Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Imigração Tirolesa é tema de blog

Publicado em 04/09/2015 às 09:07 - Atualizado em 28/09/2015 às 22:32

Colônia Tirolesa em Nova Trento
Créditos: Arquivo/ Alfero Baixar Imagem

O desejo de apresentar aspectos da história, cultura e identidade da Imigração Tirolesa no Brasil, motivaram o paulista radicado em Treze Tílias, Everton Altmayer e o neotrentino Misael Dalbosco, a criarem o blog ‘Tiroleses no Brasil’, como uma ferramenta de difusão de conhecimento sobre o assunto. “Nosso objetivo é analisar os fatos históricos e apresentar aos leitores o que entendemos ser a‘verdade histórica’ sobre a imigração de Tiroleses no Brasil”, destaca Misael. Criado em abril deste ano, o blog ‘Tiroleses no Brasil’ alcança a média de duas mil visitas por mês.

Os dois se conheceram a partir do interesses que possuíam sobre o assunto. Misael conta que desde 2010 acompanhava os estudos realizados por Everton, que é formado em Letras, com mestrado e doutorado pela Universidade de São Paulo sobre a imigração e dialeto trentinos. Já Misael é engenheiro mecânico e mestrando em Engenharia Mecânica, além de ser membro do Gruppo Folk Nea Tridentum de Nova Trento e atual diretor de Cultura do CircoloTrentino di Nova Trento.

Os temas escolhidos pelos autores são variados, porém as publicações estão relacionadas a três categorias principais: História, Cultura e Identidade. As postagens são produzidas a partir de fatos, documentos, fotos e depoimentos. “Nossas postagens buscam desmistificar os estereótipos difundidos entre a população e reproduzidos pela mídia”, explica Misael.“Muitos descendentes tomam para si estereótipos culturais sobre a Itália que nada têm a ver com a região de Trento, como por exemplo as tarantelas”.

Segundo o neotrentino, a falta de conhecimento aprofundado sobre o assunto pode ser um dos fatores que leva a esta ‘distorção histórica’. “O blog é um meio que busca explicar realmente de onde vieram esses imigrantes, o idioma e dialeto que falavam, as roupas que vestiam e como era o modo de vida deste povo”, ressalta Misael.

Por exemplo, muitos descendentes de trentinos (não só em Nova Trento) atualmente desconhecem o fato dos seus antepassados terem chegado ao Brasil como austríacos, já que a atual província de Trento – na época chamada Tirol Italiano – pertencia à Áustria até 1918. Como resultado dessa ligação, a cultura da região de Trento apresenta forte influência das regiões vizinhas, servindo como ponte entre os mundos italiano e austríaco. Nossos antepassados trouxeram para o Brasil essa mistura, que se manifesta ainda hoje na nossa culinária, dialeto, sobrenomes, etc.”

Sobre o conteúdo do blog, Misael explica que trata-se de uma produção colaborativa entre os dois autores. “Optamos por assuntos que consideramos interessantes, às vezes ligados à atualidade ou sugestão de leitores ou amigos”, informa. Para Misael,  o blog não é um meio para difundir o bairrismo, mas informar a verdadeira origem destes antepassados, que eram tiroleses. 

É preciso conhecer quem eram verdadeiramente nossos antepassados, para não correr o risco de colocar as flores no túmulo errado, quando quisermos homenageá-los”.

Ficou curioso? Para conhecer mais sobre o blog acesse: www.tiroleses.com.br

 Documentário Internacional trata sobre o assunto

Além do blog, Misael destaca o documentário Tiroleses na Floresta (Tirolerim Urwald, Tirolesi nella foresta), produzido pelo cineasta Luiz Walter, de Bolzano, na Itália em parceria com o professor Norbert Hölzl, de Innsbruck, da Áustria e o professor Everton Altmayer, que reside em Treze Tílias. O documentário apresenta a vida dos descendentes de tiroleses no Brasil e os hábitos que se preservados na Colônia Tirol, em Santa Leopoldina - Espírito Santo, em Nova Trento e Treze Tílias - Santa Catarina e na Colônia Tirolesa de Piracicaba -São Paulo. 

Misael participou do projeto como tutor nas filmagens locais e acompanhou as entrevistas com pessoas da comunidade. De Nova Trento foram entrevistados: José Poli, Francisco Cim, Hilaria Melzi, Claudino Postai, Alcides Wolff, Amelia Tomasi, Filinto Marchi, Irmã Lígia e Jonas Cadorin, além de entidades culturais como Folk NeaTridentum e a Banda Padre Sabbatini e inclusive o próprio Misael Dalbosco.

 

Texto: Marcia Peixe – Assessoria de Imprensa – Prefeitura Municipal de Nova Trento

Foto: Arquivo/ Alfero

Para acessar mais fotos históricas do município acesse: www.alfero.com.br